Abajo!

“Oh! La cama es rota, ella va abajo”. Foi uma das primeiras frases que eu ouvi na minha chegada em um hostel em Buenos Aires, minha nova casa. Estava dormindo no quarto The Rolling Stones, quando o chico debaixo me acordou para dizer isso. Ele queria pegar umas peças de roupa atrás do beliche e estava meio atônito. Não dei muita trela para ele e virei para o lado. Porém, eu sabia que a minha hora ia chegar.

E chegou!

Na noite de hoje, eu decidi que ia dormir cedo. Mentira, não decidi, eu simplesmente dormi porque caminhei o dia todo. Estava doce e sereno no meu sono profundo quando senti “é agora”. Em um curto espaço de tempo, talvez nos dois segundos mais longos da minha vida, a cama de cima se inclinou em um lindo anglo de noventa graus. No caso eu era o lápis que desenhava essa ligação de pontos espetacular: do alto ao chão. Foi tudo muito rápido e eu instintivamente me sentei meio torto para não bater a cabeça.

A minha primeira reação? Rir. E rir muito! Mas as pessoas se assustaram tanto com o barulho, que não deu nem tempo de curtir este momento único comigo mesmo. Me levantei e logo fui procurar ajuda. Por sorte, outro brasileiro estava na recepção. Rimos antes de ver o que havia acontecido.

Fomos ao quarto e realmente parecia um estrago grandioso. Na verdade foi, porque não é todo dia que um beliche quebra em dois ou três lugares e isso fica suave de ver. Por sorte, o cara debaixo já tinha ido embora e o novo estava numa festa.

Comigo está tudo bem e eu não machuquei nada: apenas tenho mais uma história engraçada para contar sobre a viagem 🙂

“Beware doll, you’re bound to fall” (Like a Rolling Stone)

Anúncios